Contactos

PROSEG SERVIÇOS

  • Pessoa de contato: CESAR
  • Telefone: +55 (18) 3529-19-93
  • MSN: gerencia.proseg@outlook.com
  • Skype: (18)99600-6436
  • Endereço postal: Rua: Vaticano n:460, Osvaldo Cruz, São Paulo, 17700-000, Brasil

Renovações do site

Dicas de segurança- arrombamento residencial

Dicas de segurança- arrombamento residencial

26/09/12

  1. A noite, se possível, mantenha um bom sistema de iluminação externa.

  2. Acostume-se a trancar sempre portas e portões de acesso de sua casa. Evite deixá-los abertos inutilmente ainda que por poucos momentos. Os delinqüentes se valem de nossos descuidos.

  3. Evite permitir a entrada de pessoas desconhecidas em sua casa. 4. Antes de sair de casa ou da garagem, observe se existem pessoas ou veículos suspeitos nas proximidades.

  4. Ao atender estranhos, mantenha os portões fechados e as pessoas do lado de fora.

  5. Ao contratar empregados, dê preferência aos que apresentarem referências idôneas e que possam ser confirmadas mais facilmente. Se residirem fora do emprego faça uma verificação de endereço antes de empregá-los.

  6. As crianças devem ser orientadas a não abrirem a porta para estranhos e nem trazei-los para casa sem autorização.

  7. As pessoas que fazem pesquisas ou que prestam outros tipos de serviços da comunidade devem estar com a credencial da firma ou empresa e também com a carteira de identidade.

  8. As pessoas que prestam serviços em sua residência (pintor, pedreiros, bombeiros, etc.) devem ser cuidadosamente selecionados.

  9. Caso note alguma pessoa, motocicleta ou veículo estacionado ou sistematicamente passando e observando a sua residência ou o prédio, procure observar às características e telefone de imediato para a Polícia Militar (190), que mandará uma patrulha para o local.

  10. Certifique-se também das referências funcionais apresentadas por empregadas domésticas, caseiros, babás, jardineiros, faxineiros, etc.

  11. Coloque obstáculos internos que impeçam a abertura de portas quando você se ausentar.

  12. Crie com os vizinhos o habito de verificar se está ocorrendo tudo bem, através de contato telefônico.

  13. Cuidado com as crianças para não abrirem as portas a pessoas estranhas, sem a aprovação de um adulto.

  14. Desconfie de vendedores e pessoas que cheguem ao cair da noite. Não permita sua entrada no imóvel.

  15. Dificulte a ação dos ladrões. Instale grades nas janelas, olho mágico e trancas nas portas. Nunca deixe portões e portas abertos, mesmo que tenha alguém em casa. Oriente seus filhos e empregados sobre essa providência. Se possível Instale alarme eletrônico em casa.

  16. Dificulte o acesso ao interior de sua residência, trancando as portas dos diversos cômodos e recolhendo suas chaves.

  17. Distribua aparatos que façam barulho quando as portas e janelas forem forçadas.

  18. Nas janelas e portas que deslizam sobre trilhos coloque peças de madeira que impeçam seu deslizamento.

  19. Esteja alerta a presença de suspeitos nas imediações de sua casa, principalmente nos momentos de sua chegada ou na hora de sua saída.

  20. Estreite o relacionamento com a Polícia de forma a saber os tipos de delitos e características de agentes que estão atuando na região, com a finalidade de instruir seus funcionários, a ficarem alertas.

  21. Evite colocar cadeados do lado de fora do portão. Isso poderá denunciar a saída dos moradores.

  22. Evite deixar a sua residência com aparência de vazia. Cortinas e persianas completamente fechadas e luzes acesas durante o dia e a noite, são indicativos de morador ausente.

  23. Preste muita atenção nos ex-empregados que freqüentam as redondezas de sua residência.

  24. Instale pinos de segurança em todas as portas externas, de preferência dois em cada porta, sendo a primeira quarta parte da porta e outro na terceira.

  25. Em caso de furto/roubo, liste todo o material desaparecido, com suas características, e dê ciência do fato imediatamente à Polícia Militar.

  26. Mantenha à vista a ficha de todos os empregados do prédio, mesmo os eventuais. O ideal é que todos sejam identificados por crachás.

  27. Mantenha em local seguro as notas fiscais de série de seus bens (TV, som, vídeo, relógios, etc.) Em caso de furto, transmita esses dados às autoridades, pois essa providência aumenta a chance de recuperação.

  28. Mantenha sempre à mão os telefones de emergência da Polícia. Conheça o Quartel mais próximo da sua residência. Instrua seus familiares e serviçais de como proceder em caso de perigo eminente ou de simples observação de suspeitos nas imediações.

  29. Mantenha sempre as garagens fechadas.

  30. Não abra a porta para pessoas que se apresentem para oferecer serviços não solicitados (encanadores, jardineiros, eletricistas, etc.).

  31. Não acredite que um estranho uniformizado é sempre legítimo. Em caso de dúvida, consulte o seu empregador.

  32. Evite colocar nomes pessoais nas portas.

  33. Evite comentar sua viagem perto de pessoas estranhas.

  34. Evite dar esmolas e não fique conversando ou ouvindo estórias de pessoas. Faça doação a instituições de caridade.

  35. Evite deixar jóias ou dinheiro dentro de casa, mesmo que seja em cofre. Utilize o cofre de um banco.

  36. Evite deixar luzes acesas durante o dia, pois podem indicar a ausência de pessoas.

  37. Evite fornecer dados pessoais por telefone e oriente os empregados para que façam o mesmo.

  38. Evite usar qualquer identificação pessoal no seu chaveiro.

  39. Não toque em objetos que foram removidos pelo ladrão, pois neles a perícia poderá levantar dados importantes para identificá-lo.

  40. Evite a entrada de namorados de suas empregadas em sua residência.

  41. Evite confiar aos empregada todas as chaves da casa, mas somente aquelas necessárias para seu ingresso nas dependências da cozinha e anexos.

  42. Muito cuidado com pessoas que batem em sua residência pedindo emprego.

  43. Procure formar uma rede de vigilância comunitária para que haja observação mútua de residências.

  44. Procure conhecer seus vizinhos e combinar com eles medidas de auxílio mútuo. A solidariedade é importante nos momentos de perigo.

  45. Procure estacionar/parar o carro em sua garagem de ré para facilitar a sua saída com boa visibilidade e evitar ser surpreendido.

  46. Procure manter a entrada de sua casa livre de obstáculos que impeçam sua ampla visão do interior do imóvel. Evite obras de arte, decorações de jardim, etc., que dificultem sua própria observação e também a de seus vizinhos, das áreas de acesso.

  47. Quando estiver só em sua casa e surgir um estranho que pretenda fazer entrega de encomendas não esperadas (presentes, flores, malas diretas, etc.), evite abrir sua porta e tente levantar a origem da encomenda. Comunique-se pelo com um vizinho e peça que ele fique observando o que irá suceder; Havendo outras pessoas na casa, uma delas devidamente resguardada, deve permanecer alerta vigiando o atendimento.

  48. Quando ocupar uma casa nova, troque as fechaduras.

  49. Se ao lado da residência houver lote vago, providencie um muro alto e comunique-se com a Prefeitura para solucionar o problema.

  50. Se achar conveniente, mantenha um cão de guarda em sua residência. Um cão de grande ou médio porte desestimula a ação dos marginais.

  51. Se você reside em apartamento, discuta com seus vizinhos sobre a necessidade de instalação de grades nas janelas e varandas de todos os andares. Este procedimento evitará que pessoas escalem o prédio para alcançar os andares mais altos.

  52. Se defrontar com delinqüentes, antes de tudo procure se manter calmo; Não tente dialogar ou discutir com eles; Evite encara-los diretamente, mas procure memorizar suas características pessoais, gírias, trajes, etc. Sobretudo, jamais reaja, sua vida não tem preço.

  53. Só deixe a chave de sua casa com pessoas de absoluta confiança.

  54. Envolva-se. Seja voluntário para ajudar na comunidade em ações anti-crime e outros esforços de aperfeiçoamento comunitário. Encoraje os grupos a que você pertence – religiosos, cívicos, sociais – a ajudarem na luta contra o crime.

  55. Notifique a polícia sobre crimes e atividades suspeitas. Concorde em testemunhar, se necessário. Mantenha-se fiel as coisas em que você acredita, se você deseja uma comunidade segura.

  56. Não dê sustentação a atividades ilegais, como compra de bens roubados ou uso de drogas ilegais.

  57. Acostume-se a fechar as portas e janelas que dão frente e fundos para a rua

  58. FONTES : WWW.DICASEG.COM